Pisos laminados são a nova opção

As novas regras do programa Minha Casa, Minha Vida, anunciadas pelo presidente Michel Temer em meados do primeiro semestre; visam expandir o número de beneficiários do programa. As medidas buscam a ampliação do benefício para famílias com renda mensal de até R$ 9 mil; e o reajuste do limite do financiamento. Com isso, devem reaquecer a construção civil, um dos principais setores da economia.

A previsão é atingir a construção de 610 mil novas unidades ainda este ano, que contarão com uma novidade: pela primeira vez, poderão optar por pisos laminados entre os revestimentos.

 

Em entrevista, a presidente executiva da Ibá (Indústria Brasileira de Árvores); Elizabeth de Carvalhaes, manifestou que a decisão é extremamente positiva.

“O anúncio da ampliação do programa Minha Casa Minha Vida, que atingirá mais famílias e permitirá um crescimento expressivo no número de novas construções, é uma excelente notícia para os fabricantes de pisos laminados”,

 

Considerado ambientalmente correto, o piso laminado é feito exclusivamente com matéria-prima renovável e reciclável; com origem no cultivo de árvores de pinus e eucalipto.

Expectativas

O produto nacional é certificado por organizações independentes que garantem a procedência da matéria-prima utilizada; como o Forest Stewardship Council (FSC) e o Programa Nacional de Certificação Florestal (Cerflor).

Segundo Elizabeth, o reaquecimento do mercado deverá andar lado a lado com as expectativas de consumo do Minha Casa Minha Vida.

“O passo inicial já foi concretizado, e cabe agora às empresas fabricantes de pisos laminados realizarem um forte trabalho de conscientização junto aos construtores e consumidores, enfatizando os benefícios do produto como: custo reduzido, praticidade e agilidade na instalação, durabilidade e desempenho do material; conforto térmico e acústico; proteção antibacteriana e facilidade de manutenção.”

Engajada e forte na contribuição ao meio ambiente e combate ao desmatamento sem sistemas de manejo; a Ibá atenta para a certificação dos pisos laminados; prova de que a construção civil brasileira pode andar lado a lado com a sustentabilidade.

“Em um planeta cada vez mais engajado com a contribuição ao meio ambiente e no combate as mudanças climáticas; é fundamental criar incentivos e mecanismos de precificação para os setores que tem na sua essência a produção sustentável, em prol de uma economia de baixo carbono”, reflete Elizabeth.

“Este é o caso dos pisos laminados produzidos no Brasil, que são certificados e feitos exclusivamente com matéria-prima renovável e reciclável, com origem no cultivo de árvores plantadas para fins industriais – pinus e eucalipto.”

Para auxiliar e incentivar tanto consumidor quanto o instalador; a Ibá disponibilizou no seu site o Manual de Uso e Manutenção de Pisos Laminados e o Guia do Instalador de Piso Laminado, que trazem informações sobre as aplicações mais comuns destes pisos e apresentam procedimentos mais adequados para a escolha e instalação do piso, e os cuidados com o uso e limpeza do produto.

Leia mais assinando a revista Referência Industrial aqui.

Post anterior

Empregos crescem nas Indústrias paranaenses

Próximo post

Em prol da cadeia produtiva

Diego

Diego

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *